Verdades do Corpo | O nosso corpo diz sempre a verdade, sabias?

Entramos numa Era de Revolução na Saúde… Sustentados por um novo conjunto de modelos de investigação, que unem os vários fragmentos do conhecimento humano, surgem agora ferramentas capazes de penetrar cirurgicamente nas verdadeiras causas por detrás das doenças física, psíquicas e emocionais. O velho paradigma que afirma que a ciência é o único caminho para a evolução humana está a ficar decadente, tal como as consciências que a sustentam. Até que ponto das doenças não somente um via para consciencializar a desconexão com a essência humana, terrestre e cósmica? Só se pode despertar uma Consciência adormecida através da dor.

Não será a doença uma oportunidade de nos levar à capa mais dura da nossa Existência, aos nossos conflitos inconscientes, às feridas emocionais por resolver da família? O nosso ADN contém toda a informação biológica intemporal resultante das inúmeras aprendizagens que a raça humana teve que ter para conseguir para se adaptar neste planeta inóspito. Todos nós somos resultados de programas biológicos que nos permitem manter vivos. No entanto, uma ciência nunca poderá perder a sua bússola ética e humana. Basta descolorarmos às salas frias e inóspitas do ambiente estéril hospitalar para intuirmos que a saúde tem sido injustamente maltratada. Onde se encontra o espírito? Até que ponto as doenças não são mensageiros da divindade humana? Será que somos ingénuos em acreditar que existe uma consciência universal que governa tudo ou estamos a ser arrogantes em negar essa possibilidade?

Nesta palestra, inserida no Ciclo de conferências Viver O Feminino, 3 de Junho, Casa das Artes Porto (vê mais informação sobre este evento aqui), será necessário expor os limites visão antiga em relação ao novo paradigma da Saúde e Consciência Humana. Esta visão é longe de ser única. Várias mentes do passado e atuais foram construindo uma nova forma de encarar a doença, continuamente reforçada pelos resultados práticos, pelas novas evidências cientificas e pelos testemunhos pessoais por quem ousa atravessar esta barreira desconhecida na mente humana. Modelos tais como a medicina tradicional chinesa, a nova medicina germânica, a psicologia do inconsciente freudiano, a psicogenealogia, os campos morfogenéticos, a visão holográfica do cérebro, a física quântica e os seus modelos caóticos multi dimensionais e o biocentrismo, todos aponta na mesma direção: obrigatório mudar a relação com nós mesmos.

Em plena época de crise económica, politica, cientifica e religiosa, nada mais útil que injetar uma série de venenos saudáveis que levam à cura da verdadeira causa da doença humana: A desfragmentação da Mente com o Corpo. “Qualquer verdade passa por três estágios:

Primeiro, é ridicularizada. Segundo, é violentamente combatida. Terceiro, é aceita como óbvia e evidente.” Arthur Schopenhauer

Por: Marco Sousa

About Viver O Feminino

Partilhar conhecimentos que vão transformar a vida das mulheres, assim como, de todo o ambiente que as rodeia. Se procuras descobrir o que é ser mulher conectada à sua essência, ligada ao mais puro e natural de si mesma, este será o local onde te conectas a ti, onde descobrirás mais e mais sobre ti e as tuas mais variadas formas.

Deixe uma resposta