Sincronicidades | O divino é tudo e está em tudo!

Foto: Vera Cristina

Quão belo pode isto ser? Quanto mais profundamente nos permitimos sentir.

O que é a sincronicidade de tudo o que nos rodeia? 

Tudo o que habita em nós, nas pessoas que nos acompanham, nas estruturas materiais, no centro da consciência que nos recebe para aprendizagem, neste planeta que conhecemos como Terra, tudo é absolutamente divino.

Tudo, integra e encerra em si, uma perfeição absoluta de propósito, cada estrutura cumpre sempre o seu propósito perfeito, para a plena resolução do propósito da estrutura ao lado. Nada neste ciclo perfeito acontece por acaso: não gostamos de alguém por acaso, não moramos em determinado sitio por acaso, não bebemos café naquele sitio do costume por acaso. O acaso não existe.

Existe sim, uma sincronicidade perfeita entre cada estrutura divina, que volto a repetir, é absolutamente tudo. Tudo vem exatamente da mesma energia que tu e eu. Tudo vem e voltará para o Todo quando for o tempo perfeito.

Existe em tudo e a todos os momentos e tempos uma sincronissidade perfeita, como o que é o nosso propósito enquanto seres em manifestação, talvez, estejamos todos os dias a beber café naquele sitio, porque um dia pela porta entrará alguém que falará connosco e mudará de vida. Podemos estar anos a fazer algo só para chegar a um fim, um fim tão perfeito, de mudança e consciência tão profundas e infinitas, que naquele momento compreendemos como toda a nossa vida nos levou ali, compreendemos como foi absolutamente perfeito o caminho, absolutamente construtor e consciencializador.

Como se manifesta a nossa vida quando vivemos de acordo com a nossa verdade interna?

Esta perfeição é intrínseca a cada ser, a cada planta, matéria. Por isso é possível retornar até a doença mais grave da nossa estrutura física, cada um dos nosso átomos encerra em si a lembrança da saúde perfeita, do funcionamento perfeito, da realização divina em ação em cada átomo que compõe o universo. É possível, mas é considerado milagre, mas na realidade até aquele processo nos levou mais uma vez a um reconhecimento que não seria feito de outra forma, um reconhecimento da nossa divindade, talvez ate da nossa perfeição.

A aceitação disto, permite que a tua consciência se expanda uma oitava acima, numa rapidez parecida com a velocidade da luz, permite que em pouco tempo toda a tua estrutura se abra para uma nova realidade e se realinhe com a consciência angélica que habita em ti, na divindade que és.

Quando percepcionas a divindade em ti, tens a capacidade de a percepcionar e sentir em tudo o que te rodeia, é neste preciso momento que te elevas e fazes parte do todo, é assim que te iluminas e te tornas parte integrante do todo enquanto habitas a terra.

Vê, ama, aceita a divindade que existe em tudo.

Por: Filipa Fautino | omshantilx.com | filipa.faustino.angels@gmail.com

About Viver O Feminino

Partilhar conhecimentos que vão transformar a vida das mulheres, assim como, de todo o ambiente que as rodeia. Se procuras descobrir o que é ser mulher conectada à sua essência, ligada ao mais puro e natural de si mesma, este será o local onde te conectas a ti, onde descobrirás mais e mais sobre ti e as tuas mais variadas formas.

Deixe uma resposta