Lua Cheia | Lua cheia e o Poder de expressão da Mulher

A lua cheia e o poder da expressão da mulher. O ciclo iniciado com a lua nova – o aspecto feminino da introspecção, da renovação e da afirmação de novas intenções – chega ao apogeu com a lua cheia, a que tudo revela, destapa, intensifica, clarifica, rompe, celebra, exterioriza.

É, sem dúvida a fase da lua que mais fascínio exerce nos humanos, nos animais e na natureza, em geral, com fortes repercussões na libido, na vontade de socializar e de partilhar o nosso projecto e intenções, com o desejo de magnetizar apoio e interesse. Para tal, na fase da lua crescente, trabalha-se a permissão de planear e realizar os sonhos maiores, sem restrições auto-limitativas.

Do ponto de vista psico-emocional, a lua cheia corresponde à fase da mulher-amante-mãe e alinhar-se com a lua cheia tem muito a ver com a expressão: colocar para fora todo o brilho e dons internos. Há aqui a proposta da maturidade, ser e agir no mundo na verdade e integridade de quem sou e perceber quem é a minha tribo, justo aqueles que me acolhem, nutrem, incentivam, expandem, alegram!

Para não variar, esta é uma fase que traz aspectos desafiantes face à cultura e educação de género que castra e censura a livre (e, porque não, abundante) voz da mulher: a do seu corpo, a da sua alma, a das suas entranhas/intuição.

Sabes que há uma correlação directa entre a dessensibilização da vagina e a consequente fraca capacidade de sentir prazer ou alcançar o orgasmo e uma garganta (um dos centros da expressão pessoal) bloqueada? Não deixa de ser irónico que se associe a lua cheia com o uivo selvagem das lobas, quando na verdade, projetar a voz, gritar, relaxar os maxilares e abrir a boca sejam o cabo das tormentas para inúmeras mulheres. Tal como relaxar toda a pélvis, não andar com a vagina tensa e abrir espontaneamente as coxas.

Que tal, então, utilizar a luz mais forte da fase da lua para veres em que aspectos da tua expressão pessoal podes soltar mais e dar-te a conhecer? Gostas de cantar mas só o fazes no chuveiro? Sobe a um palco! Todos te elogiam quando colocas um batôn vermelho mas, precisamente, por causa disso é raro o colocares (e até gostas)? Agarra nele como se agarrasses uma varinha mágica!

Quais os temas genéricos de desenvolvimento pessoal potenciados na lua cheia?

. Trabalhar a sociabilidade e tomar a iniciativa de conhecer pessoas e grupos novos, assim como contactar quem não vês há já algum tempo;
. Apresentares-te orientando o discurso para as tuas qualidades, talentos e aspectos únicos e característicos;
. Perceber onde estás a ser mãe demais para os outros e virar esse cuidado e amor para ti;

. Explorar o teu corpo, com toque amoroso, subtil e erótico, saboreando as tuas curvas, ermos, vales, protuberâncias. Abrir-te às dádivas do auto prazer!
. Ganhar consciência da coerência entre a imagem exterior que projectas (roupa, acessórios, tom de voz e afins) e aquela que és realmente no interior. Se a dissociação for grande, vira-te do avesso, por favor!

. Identificar quais os assuntos pendentes ou problemas para os quais podes direccionar a força emocional que tendencialmente está mais presente nesta fase da lua.

Lembra-te: a lua cresce passo a passo, a cada dia. Gentil mas sem hesitação, silenciosa mas forte. Liga-te a ela e cresce junto. Nós já lá estamos também, contigo.

Por: Tamar | O Mel da Deusa | Contacto: https://www.facebook.com/omeldadeusaintimidadesagrada/?ref=br_rs

About Viver O Feminino

Partilhar conhecimentos que vão transformar a vida das mulheres, assim como, de todo o ambiente que as rodeia. Se procuras descobrir o que é ser mulher conectada à sua essência, ligada ao mais puro e natural de si mesma, este será o local onde te conectas a ti, onde descobrirás mais e mais sobre ti e as tuas mais variadas formas.

Deixe uma resposta