Descoberta | Numa noite de tempestade!

Foto: Vera Cristina

Numa noite de tempestade descobri o Mar. Numa noite de tempestade descobri que na montanha também há Mar, há o som do Mar. O vento sopra com força, muita força, leva e trás as nuvens, agita as árvores e as almas, este som é o som do Mar. Oiço e sinto o rebentar das ondas no meu corpo, paro e escuto com mais atenção. Como pode o Mar viver na Montanha? Lembro-me da sincronicidade do Universo e percebo o quão verdadeira e real é esta sensação.

Magia, magia é o que acontece quando paramos e olhamos, sentimos, cheiramos, ouvimos em definitiva tocamos aquele lugar profundo em que tudo é e está perfeito. Nasci na Montanha, vivi no Mar, a Montanha chamou e voei ao seu chamado. Este é um chamado a ti, à tua descoberta, o caminho é longo e sem presas, é ao teu ritmo. É longo, duro, é de avanços e recuos, é de libertação, é de Amor, é de dor, é de paz, é de luta… Quem ganha ousadia de entrar na Montanha sabe que não há volta atrás, podes ficar lá perdido, mas jamais voltas atrás. Não há antes nem depois, há o Agora.

E o Agora é Agora, agora, agora, neste segundo e o segundo seguinte é outro Agora diferente do anterior, cada agora é diferente.

Oiço e sinto o vento, nas árvores, nas casas, nos caminhos desertos, em mim… Ele diz-me coisas mágicas, fala-me do sol da sombra, confessa-me que não estou só.

Arrebata-me com um forte sopro e revela-me… Tu és o Vento!

Por: Vera Cristina

About Viver O Feminino

Partilhar conhecimentos que vão transformar a vida das mulheres, assim como, de todo o ambiente que as rodeia. Se procuras descobrir o que é ser mulher conectada à sua essência, ligada ao mais puro e natural de si mesma, este será o local onde te conectas a ti, onde descobrirás mais e mais sobre ti e as tuas mais variadas formas.

Deixe uma resposta